PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ações europeias recuam com fim de rali de alívio e aumento de temores sobre crescimento

05/05/2022 14h02

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias caíram pela segunda sessão consecutiva nesta quinta-feira, com a maioria dos principais setores devolvendo ganhos anteriores obtidos após comentários menos "hawkish" (duros no combate à inflação) do banco central norte-americano.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,70%, a 438,26 pontos, com destaque negativo dos setores de viagens e lazer, bancos e seguros.

Investidores ficaram aliviados depois que o Federal Reserve elevou a taxa de juros conforme o esperado, em 0,50 ponto percentual, na quarta-feira. O chair do Fed, Jerome Powell, também explicitamente descartou um ajuste de 0,75 ponto percentual em uma próxima reunião, mas o rali dos papéis europeus se dissipou assim que Wall Street abriu em baixa nesta quinta-feira.

Preocupações com altas mais rápidas das taxas de juros, lockdowns contra a Covid-19 na China, o conflito na Ucrânia e o avanço da inflação têm pesado nos mercados acionários este ano e arrastam o STOXX 600 para baixa superior a 10% até agora em 2022.

"O aumento dos preços de energia e da inflação aconteceu muito rapidamente e isso pegou as pessoas de surpresa, então há um elemento de choque com os preços", disse Niall Gallagher, diretor de investimentos para ações europeias da GAM Investments.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,13%, a 7.503,27 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,49%, a 13.902,52 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,43%, a 6.368,40 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,60%, a 23.759,71 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,77%, a 8.434,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,72%, a 5.789,51 pontos.