PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Wall St tem nova queda com temores de alta de juros nos EUA após dados de emprego

06/05/2022 10h50

Por Devik Jain e Medha Singh

(Reuters) - Os índices de ações dos Estados Unidos ampliavam as perdas para um segundo dia consecutivo nesta sexta-feira, com os rendimentos elevados dos Treasuries derrubando papéis de crescimento depois que dados de emprego mais fortes que o esperado amplificaram temores de investidores sobre aumentos mais intensos nos juros.

O relatório de emprego do Departamento do Trabalho dos EUA mostrou a criação líquida de 428 mil empregos em abril, enquanto economistas consultados pela Reuters esperavam abertura de 391 mil vagas.

A taxa de desemprego permaneceu em 3,6% no mês, enquanto a remuneração média por hora subiu 0,3%, contra previsão de alta de 0,4%. Os dados destacaram os fortes fundamentos da economia norte-americana, apesar da contração do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre.

"Não há grandes surpresas no relatório de empregos de hoje --confirma amplamente que o mercado de trabalho continua apertado, proporcionando ao Fed a flexibilidade de encarar seu mandato de estabilidade de preços com tudo", disse Jason Pride, diretor de investimentos de private wealth da Glenmede.

Operadores veem chance de 75% de uma alta de 0,75 ponto percentual nos juros na reunião do Fed de junho, apesar de o chair do banco central, Jerome Powell, ter descartado tal movimento nesta semana.

Nove dos 11 principais setores do S&P 500 caíam no dia, com o setor de consumo discricionário perdendo 1,7%.

O índice de volatilidade Cboe, uma medida da ansiedade dos investidores, subia 3,74 pontos, para 34,94, conforme os três principais índices norte-americanos caminham para seu quinto declínio semanal consecutivo.

Às 11:59 (de Brasília), o índice S&P 500 perdia 1,00%, a 4.105,55 pontos, enquanto o Dow Jones caía 0,24%, a 32.918,16 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 1,33%, a 12.153,69 pontos.