PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Alta de 0,75 p.p. nos juros tem "probabilidade baixa", diz Bostic, do Fed

09/05/2022 14h40

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, afirmou nesta segunda-feira esperar que o banco central dos EUA precise entregar mais dois ou três aumentos de 0,50 ponto porcentual na taxa de juros, mas nada maior para reduzir a inflação em alta, destacando já ver sinais de um pico nas pressões de oferta.

"Eu diria que (uma elevação da taxa básica em 75 pontos-base) é um resultado de probabilidade baixa, dado o que espero que aconteça na economia nos próximos três a quatro meses", disse Bostic à Reuters durante entrevista no Twitter Spaces.

Enquanto isso, ele disse que vê riscos negativos ainda não concretizados na demanda, em consequência da guerra na Ucrânia, simplesmente porque famílias reagem à inflação elevada potencialmente reduzindo gastos.

"Vou ficar aberto à possibilidade de que esses tipos de ajustes funcionem em conjunto com nossas decisões de política monetária e nos levem a um ponto em que a inflação se aproxime de nossa meta... em um ritmo mais rápido do que talvez alguns de meus colegas estejam projetando", disse Bostic. "Nesse caso, não precisaremos fazer tanto."

O chair do Fed, Jerome Powell, disse que mais duas altas de juros são prováveis ​​nas próximas reuniões, à medida que o banco central tenta derrubar decisivamente o avanço dos preços, atualmente em máximas em 40 anos.

"Isso é muito agressivo para os padrões históricos", afirmou Bostic. "Espero que isso de fato faça o trabalho em termos de realmente tomar as rédeas e trazer a inflação para mais perto de nossa meta."

(Por Dan Burns)