PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Importação de minério de ferro pela China recua em abril

09/05/2022 10h47

Por Min Zhang e Dominique Patton

PEQUIM (Reuters) - Uma queda nas importações chinesas de minério de ferro se estendeu até abril, com os fornecedores lidando com interrupções enquanto um surto de Covid suprimiu a demanda.

O maior consumidor de minério de ferro do mundo recebeu 86,06 milhões de toneladas do material em abril, 12,7% a menos que um ano antes, o que indica atividade fraca na indústria siderúrgica do país.

As importações do minério, material para a fabricação do aço, foram 1,4% menores do que em março, quando o volume já havia caído 14,5% em relação ao ano anterior --pelos mesmos fatores. A Administração Geral das Alfândegas divulgou os dados na segunda-feira.

A produção de mineradoras, incluindo BHP, Rio Tinto e Fortescue Metals Group na Austrália, foi interrompida por problemas na cadeia de suprimentos e escassez de mão de obra induzida pela pandemia, enquanto a brasileira Vale também teve problemas climáticos.

Na China, a pandemia também está restringindo o transporte de matérias-primas e produtos siderúrgicos, suprimindo sua demanda.

"A recuperação dos embarques das principais mineradoras foi leve em abril e dois dos países fornecedores menores --Ucrânia e Rússia-- suspenderam as exportações devido ao conflito", disse Cheng Peng, analista da SinoSteel Futures.

Entre janeiro e abril, a China importou 354,4 milhões de toneladas de minério de ferro, uma queda de 7,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo a administração aduaneira.

"Espera-se que a oferta da Vale melhore após o primeiro trimestre... mas a restrição de oferta na Austrália pode continuar até o segundo trimestre", disse Cheng.