PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Ibovespa opera estável com exterior positivo e queda de Petrobras

27/05/2022 12h05

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira alternava leves altas e perdas nesta sexta-feira, com a alta do mercado norte-americano após dados de inflação nos Estados Unidos contrapondo forte recuo dos papéis da Petrobras, mesmo com o preço do petróleo próximo da estabilidade.

Vale e B3 davam suporte positivo ao índice e Eletrobras tinha leve alta após lançar oferta de ações para privatização.

Às 11:56 (de Brasília), o Ibovespa subia 0,23%, a 112.143,56 pontos. Na semana, o índice caminha para alta de 3,3%, terceira valorização semanal seguida. O volume financeiro era de 7,8 bilhões de reais.

O índice PCE de preços nos EUA subiu 0,2% em abril, segundo dados divulgados mais cedo, desaceleração ante alta de 0,9% em março. Tanto o indicador completo, quanto o chamado núcleo do PCE, que exclui os componentes voláteis de alimentos e energia, desaceleraram em 12 meses.

Os números, que para parte do mercado trouxeram sinais de pico da inflação norte-americana, ajudavam a impulsionar os principais índices em Wall Street. O Nasdaq avançava 2,3% e o S&P 500 subia 1,5%.

Dados de gastos dos consumidores acima do esperado também davam suporte aos índices, à medida que reduziam temores de uma desaceleração mais forte da economia dos EUA.

Na cena local, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou a vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro, mostrou pesquisa Datafolha de intenções de voto para presidente divulgada na véspera à noite.

DESTAQUES

- ELETROBRAS PNB subia 0,8%, após a elétrica publicar o prospecto preliminar da oferta de ações que efetuará a privatização da companhia. A Eletrobras indicou que a operação pode levantar até 35 bilhões de reais e a definição do preço por ação é esperada para 9 de junho.

- PETROBRAS PN caía 3,4% e ON cedia 2,8%, ainda que o preço do petróleo Brent estivesse próximo da estabilidade. Analistas de mercado atribuíram a queda a falas do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Em declaração pela manhã, Lira disse que o governo federal pode, por meio de um projeto de lei enviado ao Congresso e em uma discussão rápida, vender ações que tem da estatal e deixar de ser o sócio majoritário da empresa.

- VALE ON avançava 1,2% após os contratos futuros do minério de ferro em Dalian e em Cingapura subirem na sessão, com expectativas de potenciais medidas de estímulo adicionais na China. A reação veio após fala de Li Keqiang, primeiro-ministro chinês. CSN ON aumentava 2,5%.

- BRF ON crescia 4,3%, a quinta sessão de ganhos nas últimas seis.

- B3 ON subia 2,8%, estendendo alta da véspera.

- MAGAZINE LUIZA ON tinha baixa de 2,5% e VIA ON cedia 2,1%.

- BB SEGURIDADE ON exibia alta de 2,7%. A empresa anunciou pela manhã parceria com o Banco Modal para venda de previdência privada.

- SIMPAR ON, que não faz parte do Ibovespa, valorizava-se 4,1%, após a empresa anunciar projeção de receita bruta consolidada de 35 bilhões de reais em 2024. VAMOS ON, controlada da Simpar que também não compõe o Ibovespa, apontava acréscimo de 2,1%, depois de projetar frota de 100 mil ativos até 2025. A Simpar promove nesta sexta-feira encontro com investidores e analistas.