PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Minério de ferro sobe com estímulo na China e alívio de restrições contra Covid-19

30/05/2022 08h32

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Dalian e Cingapura subiram nesta segunda-feira para seus níveis mais altos desde 23 de maio, estendendo um rali estimulado pela flexibilização das restrições contra a Covid-19 na China, maior produtora mundial de aço, e pelos esforços do governo chinês para fortalecer a economia doméstica.

O minério de ferro mais negociado para setembro na Bolsa de Mercadorias de Dalian chegou a subir 3,9%, para 887,50 iuanes (133,16 dólares) a tonelada, antes de encerrar as negociações diurnas em 878 iuanes, alta de 2,8%.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de junho mais ativo do ingrediente siderúrgico subiu 1,5%, para 135 d[olares a tonelada.

"O momento que o mercado de minério de ferro estava esperando finalmente chegou, com a queda do número de casos nacionais e uma reabertura de Pequim e Xangai", disse Atilla Widnell, diretor administrativo da Navigate Commodities em Cingapura.

O preço spot do minério de ferro com teor de 62% com destino à China atingiu 136,50 dólares a tonelada nesta segunda-feira, ante 133,50 na sexta-feira e ao pico de 163 dólares alcançado em 7 de março, mostraram dados da consultoria SteelHome.

As autoridades do centro comercial de Xangai, na China, abandonarão muitas restrições para que as empresas retomem o trabalho a partir de quarta-feira, aliviando um bloqueio em toda a cidade que aumentou a desaceleração da segunda maior economia do mundo.

As autoridades de Xangai também anunciaram um plano de ação para impulsionar a economia, incluindo a aceleração da emissão e uso de títulos do governo local e pedindo aos bancos que renovem empréstimos para pequenas e médias empresas.