PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Opep+ se reúne em meio a preocupações com capacidade de produção reduzida

29/06/2022 10h49

Por Maha El Dahan e Alex Lawler e Ahmad Ghaddar

LONDRES (Reuters) - A Opep e a Opep+ iniciaram nesta quarta-feira uma série de reuniões que devem durar dois dias, com fontes dizendo que as chances de uma grande mudança de política para o petróleo parecem improváveis ​​este mês.

Em sua última reunião no início de junho, a Opep+ decidiu aumentar a produção a cada mês em 648.000 barris por dia (bpd) em julho e agosto, acima dos aumentos anteriores de 432.000 bpd.

A Opep+ inclui os membros da Opep e aliados como a Rússia.

Pelo menos cinco delegados da Opep+ disseram que a reunião desta semana vai se concentrar em confirmar as políticas de produção para agosto, sem discutir setembro.

Dois outros delegados disseram que a questão da produção após agosto pode surgir, mas não ficou claro quais medidas podem ser tomadas.

Apesar da última decisão da Opep+, os preços do petróleo continuaram subindo devido à oferta apertada e preocupações de que a Opep esteja perto de ficar sem capacidade ociosa para aumentar ainda mais a produção.

Os preços do petróleo sobem pelo quarto dia seguido nesta quarta-feira, com o Brent chegando perto de 120 dólares por barril devido a preocupações com capacidade ociosa e planos dos países do G7 de impor limites de preço ao petróleo russo.

O presidente dos EUA, Joe Biden, viajará no próximo mês para o Oriente Médio, incluindo a Arábia Saudita, e deve pressionar Riad a aumentar a produção.