PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Uma CPI está quase saindo de um assunto que parece encerrado, diz Bolsonaro

29/06/2022 17h13

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que há uma CPI "quase saindo" de um assunto que parece estar encerrado, ao defender a atuação do seu governo frente a denúncias de corrupção no evento Diálogo da Indústria com os pré-candidatos à Presidência da República, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

“Conosco é diferente. Paguei e pago um preço altíssimo por isso. Olha, uma CPI quase saindo aí de um assunto que parece que está encerrado, parece. Mas, quando se abre uma CPI, abre-se um mar de oportunidades para os oportunistas aí fazerem campanha contra a gente, no caso”, disse ele.

Bolsonaro fez uma menção indireta ao caso envolvendo as investigações conduzidas pela Polícia Federal que chegaram a levar à prisão preventiva por um dia do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro.

O caso ganhou mais impulso após a PF ter encaminhado as investigações ao Supremo Tribunal Federal diante do indício de interferência do próprio Bolsonaro nas apurações sobre o ex-titular do MEC. O Supremo ainda remeteu o caso para a Procuradoria-Geral da República que poderá abrir inquérito contra o presidente.

A prisão de Ribeiro e a revelação do suposto envolvimento de Bolsonaro levaram a oposição do Senado a obter as assinaturas necessárias para apresentar na terça o pedido de criação da CPI do MEC. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), ainda não fez a leitura do requerimento de criação da CPI, um dos requisitos para ela efetivamente ser aberta.

No evento, Bolsonaro disse que não há nenhuma corrupção endêmica no seu governo, mas apenas "casos isolados".