PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

BC britânico diz a credores que se preparem para 'tempestade econômica'

Sede do Banco da Inglaterra em Londres - TOBY MELVILLE
Sede do Banco da Inglaterra em Londres Imagem: TOBY MELVILLE

Andy Bruce e Huw Jones

05/07/2022 08h54

O Banco da Inglaterra alertou nesta terça-feira que as perspectivas econômicas do Reino Unido e do mundo pioraram desde o início do ano, e disse aos bancos que aumentem suas reservas de capital para garantir que possam resistir à tempestade.

"As perspectivas econômicas globais se deterioraram acentuadamente. As condições financeiras globais como um todo apertaram significativamente", disse o presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, em entrevista coletiva após o banco central britânico publicar seu Relatório de Estabilidade Financeira semestral.

Os desdobramentos em torno da guerra na Ucrânia também serão um ponto fundamental, acrescentou o banco.

Os credores britânicos estão bem posicionados para resistir até mesmo a uma recessão econômica severa, disse o Banco Central, embora tenha afirmado que seus índices de capital — ainda fortes — devem cair ligeiramente nos próximos trimestres.

O Banco Central também expressou desconforto com a saúde dos principais mercados financeiros. "Em meio à alta volatilidade, as condições de liquidez se deterioraram mesmo em mercados em geral altamente líquidos, como o de Treasuries, gilts e futuros de taxas de juros", disse o Banco da Inglaterra.

Ele disse que os principais mercados britânicos — embora ainda funcionais — se tornaram mais caros, com os spreads de compra e venda dos gilts (títulos soberanos do Reino Unido) de curto prazo mais que dobrando em comparação com a média de 2021.

"(As condições) podem continuar a se deteriorar, especialmente se a volatilidade do mercado aumentar ainda mais", disse o BoE.