PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Ibovespa acelera queda com fraqueza em NY; RD avança mais de 4%

01/08/2022 15h02

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa recuava mais de 1% nesta segunda-feira, renovando mínimas da sessão nesta tarde, com a piora em Wall Street endossando ajustes no pregão brasileiro, enquanto RD destoava com alta após balanço trimestral robusto.

Às 15:02, o Ibovespa caía 1,22 %, a 101.903,67 pontos. O volume financeiro somava 15 bilhões de reais.

Após uma abertura negativa, o principal índice da bolsa paulista ensaiou um melhora, flertando com território positivo na máxima da sessão, a 103.317,48 pontos (+0,15%), conforme os pregões de Nova York também adotaram um tom positivo.

Mas o enfraquecimento do mercado norte-americano retirou o fôlego na B3. Em NY, o S&P 500 perdia 0,5%.

Vale ON caía 2,4%, a 68,10 reais, principal pressão de baixa, apesar da alta do minério de ferro na China. As ações da mineradora ainda são impactadas por resultado trimestral e perspectivas apresentadas pela empresa na semana passada.

Outra pressão negativa era Petrobras, em baixa de 2%, a 33,51 reais, com o declínio do petróleo no exterior abrindo espaço para embolso de lucros após a ação atingir máximas na semana passada após anúncio de dividendos e balanço.

RD ON, dona das bandeiras Drogasil e Droga Raia, era destaque positivo, com alta de 4,1%, a 21,83 reais, após resultado robusto do segundo trimestre, que o BTG Pactual viu como sinal animador para os próximos trimestres.

A cena corporativa também destacava Zamp ON, antiga BK Brasil, em alta de 19,3%, a 7,42 reais, após a proposta de aquisição de controle por um veículo do investidor estatal dos Emirados Árabes Unidos Mubadala.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou a 103.164,69 pontos, assegurando o melhor desempenho semanal desde março de 2021, com alta de 4,3%, apoiado na sinalização mais "dovish" do Fed e disparada da Petrobras após balanço e dividendos.

(Por Paula Arend Laier)