PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Bolsonaro diz que Auxílio Brasil pode continuar pagando R$ 600 em 2023

Bolsonaro no Congresso, para a promulgação da Emenda Constitucional nº 123 de 2022 - Alan Santos/PR
Bolsonaro no Congresso, para a promulgação da Emenda Constitucional nº 123 de 2022 Imagem: Alan Santos/PR

Maria Carolina Marcello

Da Reuters

02/08/2022 21h10Atualizada em 02/08/2022 21h33

O presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira que há espaço para manter o valor de 600 reais do Auxílio Brasil em 2023 dentro da responsabilidade fiscal, mas ponderou que a manutenção do valor do benefício dependerá de autorização do Legislativo.

A concessão do auxílio de 600 reais somente até dezembro, como determinado atualmente, tem sido apontada pela oposição como uma medida eleitoreira e sofrido críticas do ponto de vista fiscal, ainda que tenha recebido o voto favorável de esmagadora maioria dos parlamentares quando foi submetida ao Congresso.

"Hoje, conversando com próprio Paulo Guedes, em reunião da equipe econômica, está garantido isso daí, dentro da responsabilidade fiscal", disse Bolsonaro em entrevista ao SBT, justificando que o país conta com recorde de arrecadação.

"Não vai ter problema, porque teremos responsabilidade para isso, foi acertado hoje com o Paulo Guedes. E a proposta nossa na LOA, Lei de Orçamento Anual, já vai com esse indicativo", afirmou.

Segundo Bolsonaro, será apresentada uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para autorizar o gasto.

O presidente também prometeu realizar uma correção na tabela do Imposto de Renda, também respeitando as regras fiscais.

Questionado, Bolsonaro afirmou ainda que pretende comparecer a debates eleitorais.