IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Minério de ferro cai com preocupações persistentes de demanda da China

12/08/2022 07h53

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Dalian e Cingapura caíram nesta sexta-feira, revertendo os ganhos da sessão anterior, com traders avaliando as perspectivas de demanda na China, maior produtora mundial de aço, que tem sido atormentada por uma crise de dívida no setor imobiliário local.

O minério de ferro mais negociado, para entrega em janeiro do próximo ano, na bolsa de commodities de Dalian encerrou as negociações com queda de 0,6%, a 730,50 iuanes (108,42 dólares) a tonelada. O contrato, no entanto, caminhava para um ganho semanal de mais de 2%, impulsionado por uma recuperação nas margens das usinas.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato setembro caiu 1,8%, a 110,25 dólares a tonelada.

"O mercado de minério de ferro continua instável", disseram estrategistas de commodities do ANZ em nota. "A demanda na China ainda enfrenta ventos contrários de uma desaceleração imobiliária e restrições nas emissões da indústria siderúrgica."

Os reguladores e líderes da indústria siderúrgica chinesa continuam comprometidos em reduzir a produção anual, em um movimento que começou no ano passado, de acordo com as metas de descarbonização do país e um plano de consolidação de todo o setor para eliminar o excesso de capacidade.

Os lockdowns da Covid-19 e os problemas financeiros enfrentados pelos desenvolvedores imobiliários chineses --um setor que responde por cerca de 40% da demanda doméstica de aço, segundo analistas do ANZ-- também obscureceram as perspectivas de demanda por produtos e insumos de aço.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)