IPCA
0,26 Set.2023
Topo

Preços do petróleo vão acima de US$80/barril por recuo do dólar com desaceleração da inflação

13/12/2022 19h32

Por Shariq Khan

NOVA YORK (Reuters) - O petróleo fechou acima de 80 dólares o barril nesta terça-feira e registrou seus maiores ganhos diários em mais de um mês, com investidores comprando ativos de risco depois que dados dos EUA apontaram para desaceleração da inflação.

O mercado também foi impulsionado por preocupações sobre interrupções no fornecimento, incluindo o fechamento contínuo do oleoduto Keystone do Canadá para os Estados Unidos após um grande vazamento na semana passada.

Os contratos futuros de petróleo Brent fecharam a 80,68 dólares por barril, alta de 2,69 dólares, ou 3,5%. Os contratos futuros de petróleo nos EUA (WTI) fecharam a 75,39 dólares por barril, alta de 2,22 dólares, ou 3%. Ambos os contratos registraram seus maiores ganhos diários desde 4 de novembro.

O índice do dólar despencou nesta terça-feira depois que dados mostraram que a inflação subjacente dos preços ao consumidor dos EUA subiu menos do que o esperado no mês passado, reforçando as expectativas de que o Federal Reserve diminuirá o ritmo de seus aumentos nas taxas de juros na quarta-feira.

Um dólar mais fraco torna o petróleo mais barato para detentores de outras moedas, o que pode aumentar a demanda.

"Ninguém realmente viu esse número abaixo das expectativas - um possível evento positivo de demanda que colocou uma oferta no mercado", disse o analista da Mizuho, Robert Yawger.

O foco agora mudará para como o Federal Reserve dos EUA responde ao relatório do CPI, acrescentou Yawger. Uma pausa nos aumentos das taxas de juros pode empurrar os preços para cima.

No entanto, traders disseram que as preocupações com a oferta de petróleo já existem há alguns dias, sugerindo que o rali desta terça-feira pode ser devido a um sentimento mais amplo de "risco" após os dados da inflação.

"Este é apenas um rali amplo baseado no dólar", disse Eli Tesfaye, estrategista sênior de mercado da RJO Futures. "Dada a queda sustentada no mercado, qualquer notícia positiva elevará o petróleo, mas resta saber se esses ralis se manterão."

O rali desta terça-feira também pode ser devido a traders fechando posições vendidas - apostas especulativas de que o preço de uma commodity cairá - depois que ambos os índices de referência caíram mais de 10% na semana passada.

(Por Shariq Khan; Reportagem adicional de Rowena Edwards e Muyu Xu)