IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Wall Street cai sob pressão de ações de crescimento na última sessão de ano atribulado

30/12/2022 11h48

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street eram arrastados para baixo por ações de crescimento no último dia de negociação de um ano montanha-russa, marcado por aumentos agressivos das taxas de juros para conter a inflação, a guerra entre Rússia e Ucrânia e temores de recessão.

A maioria das ações de tecnologia e crescimento sensíveis aos juros, como a Apple Inc., Amazon.com Inc, Alphabet Inc e Meta Platforms Inc. caíam entre 1,5% e 1,8% nesta sexta-feira, com os rendimentos dos Treasuries subindo.

Os três principais índices de Wall Street estão a caminho de registrar sua primeira queda anual após três anos consecutivos de ganhos, à medida que o ritmo mais rápido de aumento dos custos de empréstimos do Federal Reserve desde a década de 1980 para conter os preços em alta marcou o fim da era do dinheiro fácil.

O setor de tecnologia já caiu 29,8% este ano e está entre os setores com pior desempenho do S&P 500 em 2022.

Os principais índices de Wall Street fecharam em alta na quinta-feira, depois que os dados de desemprego sinalizaram que o aperto da política monetária do Fed estava começando a afetar o mercado de trabalho dos Estados Unidos.

Ainda assim, sinais de resiliência na economia norte-americana alimentaram temores de que os juros possam permanecer mais altos por mais tempo, embora a redução das pressões inflacionárias tenha mantido vivas as expectativas de que o Fed possa reduzir o tamanho de seus aumentos.

O Dow Jones caía 0,78%, para 32.960,53 pontos, o S&P 500 recuava 0,95%, em 3.812,67 pontos, e o Nasdaq Composite despencava 1,24%, para 10.348,24 pontos.

(Reportagem de Ankika Biswas e Amruta Khandekar em Bengaluru)