IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Vendas de novas moradias nos EUA atingem pico em 13 meses em abril

23/05/2023 11h38

WASHINGTON (Reuters) - As vendas de novas residências unifamiliares nos Estados Unidos saltaram para o maior nível em 13 meses em abril, impulsionadas por uma escassez persistente de casas usadas no mercado, embora as vendas no mês anterior não tenham sido tão fortes quanto se pensava anteriormente.

As vendas de novas residências aumentaram 4,1% no mês passado, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 683.000 unidades, a leitura mais alta desde março de 2022, informou o Departamento de Comércio na terça-feira.

O ritmo de vendas de março foi revisado para 656.000 unidades, de 683.000 relatadas anteriormente. O governo revisou os dados de vendas, estoques e oferta desde janeiro de 2018.

As vendas de casas novas são contadas na assinatura do contrato, tornando-as um indicador importante do mercado imobiliário. Elas, no entanto, podem ser voláteis mês a mês.

Economistas consultados pela Reuters previam que as vendas de novas moradias, que respondem por uma pequena parcela das vendas nos Estados Unidos, cairiam para uma taxa de 665.000 unidades. As vendas se recuperaram 11,8% em abril na comparação com o ano anterior.

O estoque de casas usadas permanece 44% abaixo dos níveis pré-pandemia, de acordo com dados da Associação Nacional de Corretores de Imóveis, que também relatou na semana passada aumentos de preços em cerca de metade do país, ofertas múltiplas e muitas casas sendo vendidas acima do preço de tabela.

A escassez está levando os compradores a aproveitar as quedas nas taxas de hipoteca, mantendo os construtores ocupados, mesmo quando o mercado imobiliário continua deprimido.

(Reportagem de Lucia Mutikani)