IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Minério de ferro afunda com cenário de demanda mais fraca durante o verão na China

25/05/2023 08h06

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian caíram para o nível mais baixo em quase seis meses nesta quinta-feira, devido às expectativas de que a demanda da China pelo ingrediente siderúrgico permanecerá lenta durante a típica calmaria do verão na atividade doméstica de construção.

A referência do minério de ferro em Cingapura, no entanto, mostrou certa estabilidade após um "sell-off" de cinco sessões, sugerindo que os preços de curto prazo podem ter chegado ao fundo do poço.

O minério de ferro mais negociado para setembro na Dalian Commodity Exchange da China encerrou o pregão diurno com queda de 2,2%, a 681 iuanes (98,52 dólares) a tonelada, depois de atingir mais cedo 674 iuanes, a cotação mais baixa desde 2 de dezembro.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro mais ativo em junho caiu 0,2% para 95,25 dólares a tonelada, depois de atingir uma baixa de três semanas de 94,70 dólares no início da sessão.

O minério de ferro em Cingapura caiu mais de 15% este ano, devolvendo os ganhos anteriores, já que o otimismo inicial em torno das perspectivas de demanda da China para 2023 desapareceu.

As preocupações com a recuperação econômica pós-Covid da China agora dominam o mercado. O controle da produção de aço no país também deve reduzir a demanda por minério de ferro.

A fraqueza do iuan e o "sell-off" no mercado de ações da China, estimulado por uma disputa comercial e tecnológica crescente entre os EUA e a China, contribuiu para o clima sombrio.

A demanda de aço chinesa durante o pico da temporada de construção da primavera ficou abaixo das expectativas, e não se espera que melhore com a calmaria do verão chegando.

"A estação chuvosa no sul está chegando, a demanda downstream por produtos acabados continua enfraquecendo, enquanto o lado da oferta está estável, no geral", disseram analistas da Huatai Futures em nota.

O clima quente e a chuva na China durante o verão de junho a agosto geralmente diminuem a atividade de construção, reduzindo a demanda por aço.

(Reportagem de Enrico Dela Cruz em Manila)