Wall Street sobe com impulso da Meta e expectativa de pouso suave da economia dos EUA

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiam nesta quinta-feira, na expectativa de que o aperto monetário do Federal Reserve tenha terminado e que a economia dos Estados Unidos esteja caminhando para um pouso suave, enquanto as ações da Meta saltavam com a forte previsão de receita do terceiro trimestre.

As ações da Meta subiam 8,2% após a empresa relatar um salto na receita de publicidade no segundo trimestre, superando as metas financeiras de Wall Street.

Os resultados da proprietária do Facebook seguiram um forte desempenho da Alphabet nesta semana, que mostraram que os consumidores, e os anunciantes ansiosos para alcançá-los, estão gastando apesar das amplas preocupações econômicas.

Grandes ganhos em ações de megacapitalização têm ajudado o Nasdaq a liderar Wall Street até agora neste ano, mas o Dow Jones está se recuperando, pois os investidores apostam em setores além da tecnologia.

O Dow Jones está agora a caminho de seu 14º dia consecutivo de ganhos, sua mais longa sequência positiva desde pelo menos 1920, de acordo com dados da Refinitiv.

Na quarta-feira, o Federal Reserve elevou os juros em 25 pontos-base, conforme esperado. Os operadores agora esperam apenas 20% de chance de o Fed realizar uma alta de 0,25 ponto percentual em setembro. [FEDWATCH]

O chair do Fed, Jerome Powell, disse na quarta-feira que o banco central norte-americano não está mais prevendo uma recessão nos Estados Unidos.

Na quinta-feira, um relatório do Departamento de Comércio mostrou que a economia norte-americana cresceu mais rápido do que o esperado no último trimestre.

Às 11:43 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 0,62%, a 4.595,16 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,19%, a 35.589,08 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,93%, a 14.258,46 pontos.

Continua após a publicidade

(Por Bansari Mayur Kamdar e Johann M Cherian em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes