Encomendas bens de capital nos EUA têm leve alta em julho

Por Safiyah Riddle

(Reuters) - As novas encomendas de bens de capital fabricados nos Estados Unidos tiveram leve alta em julho, sugerindo que os gastos das empresas com equipamentos podem continuar a crescer após recuperação no segundo trimestre.

As encomendas de bens de capital não relacionados à defesa, excluindo aeronaves, um indicador dos planos de gastos das empresas, aumentaram 0,1% no mês passado, pós queda de 0,4%​ ​no mês anterior em dado revisado, informou o Departamento de Comércio nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam aumento de 0,1 nas encomendas em julho.

A economia cresceu a uma taxa anualizada de 2,4% no segundo trimestre, superando as expectativas generalizadas de que o crescimento iria abrandar num contexto de taxas de juros recordes.

A combinação de uma desaceleração da inflação e de um mercado de trabalho relativamente resiliente levou muitos economistas a revisarem para cima suas expectativas para o PIB até ao final deste ano e até 2024.

Mas a atividade econômica foi pressionada pelo arrefecimento da demanda dos consumidores e aproximou-se da estagnação em agosto, de acordo com o índice PMI Composto dos EUA da S&P Global, divulgado na quarta-feira.

Deixe seu comentário

Só para assinantes