Gastos com construção nos EUA disparam em julho com moradias unifamiliares

WASHINGTON (Reuters) - Os gastos com construção nos Estados Unidos aumentaram de forma sólida em julho, uma vez que a escassez de casas no mercado impulsionou os gastos com projetos de moradias unifamiliares.

O Departamento de Comércio dos EUA informou nesta sexta-feira que os gastos com construção aumentaram 0,7%. Os dados de junho foram revisados ligeiramente para cima, mostrando que os gastos aumentaram 0,6%, em vez de 0,5%, conforme informado anteriormente. Economistas consultados pela Reuters previram aumento de 0,5%.

Os gastos com construção aumentaram 5,5% em uma base anual em julho. Os gastos com projetos de construção privada subiram 1%, com o investimento em construção residencial avançando 1,4%, depois de ter aumentado 1,5% no mês anterior. Já os gastos com construção privada cresceram 0,6% em junho.

Os gastos com projetos de moradias unifamiliares aumentaram 2,8% em julho. Uma escassez aguda de imóveis disponíveis para venda está impulsionando o setor, embora as taxas de hipoteca mais altas possam sufocar a atividade.

A taxa da hipoteca fixa popular de 30 anos está acima de 7,0%, de acordo com dados da agência de financiamento hipotecário Freddie Mac.

O relatório de gastos com construção mostrou que os gastos com projetos de moradias multifamiliares aumentaram 0,2% em julho. 

Os gastos com estruturas privadas não residenciais, como fábricas, aumentaram 0,5% em julho. Os gastos com projetos de construção de manufatura aceleraram 1,1%.

Os esforços do governo do presidente norte-americano, Joe Biden, para trazer a fabricação de semicondutores de volta aos Estados Unidos estão impulsionando a construção de fábricas.

Os gastos com projetos de construção pública caíram 0,4%, depois de terem aumentado 0,6% em junho. Os gastos dos governos estaduais e municipais caíram 0,1%, enquanto os gastos com projetos do governo federal caíram 3,6%.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Deixe seu comentário

Só para assinantes