S&P 500 avança após dados de emprego dos EUA alimentarem otimismo sobre juros

Por Shristi Achar A e Noel Randewich

(Reuters) - O índice S&P 500 fechou em alta nesta sexta-feira, depois que um salto no desemprego dos Estados Unidos cimentou expectativas de uma pausa nos aumentos da taxa de juros neste mês, enquanto os papéis de empresas de streaming caíram devido a uma disputa de taxas entre a Disney e a Charter Communications.

O relatório do Departamento do Trabalho dos EUA mostrou que a taxa de desemprego em agosto subiu para 3,8%, enquanto o crescimento salarial desacelerou. As vagas de trabalho fora do setor agrícola aumentaram mais do que o esperado, embora os dados de julho tenham sido revistos para baixo para 157.000 novos empregos.

Os dados somaram-se às recentes evidências macroeconômicas de que o Federal Reserve tem vencido a sua batalha contra a inflação e consolidaram as expectativas de que o banco central norte-americano está perto do fim do seu ciclo de subida da taxa de juros.

Os operadores futuros de juros veem uma chance de 93% de o Fed manter a taxa básica inalterada em sua reunião neste mês, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

A Walt Disney caiu 2,4% e a Charter Communications cedeu 3,6% após as empresas trocarem críticas sobre um acordo de distribuição não resolvido depois que vários canais, inclusive ESPN, foram desativados na quinta-feira para clientes do serviço de cabo Spectrum da Charter.

De acordo com dados preliminares, o Dow Jones subiu 0,33%, para 34.837,71 pontos. O S&P 500 avançou 0,18%, para 4.515,77 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq teve variação negativa de 0,02%, para 14.031,82 pontos. 

Dos 11 índices setoriais do S&P 500, seis subiram, liderados pelo de energia, com alta de 2,05%, seguido por ganho de 1,01% no de materiais.

Na semana, o S&P 500 subiu 2,50%, o Dow Jones ganhou 1,43% e o Nasdaq avançou 3,25%.

Continua após a publicidade

O mercado acionário dos EUA permanecerá fechado na segunda-feira devido ao feriado do Dia do Trabalho.

Deixe seu comentário

Só para assinantes