Nestlé acerta acordo bilionário para comprar Kopenhagen, dizem sites

Por Alberto Alerigi e Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - A Nestlé acertou um acordo bilionário para comprar a chocolateria brasileira Kopenhagen, publicaram os veículos Valor Econômico e Brazil Journal nesta quarta-feira, citando fontes não identificadas.

Procuradas, a Kopenhagen não comentou e a Nestlé não respondeu imediatamente a pedido de comentário.

Segundo o Brazil Journal, o montante da transação somou cerca de 3 bilhões de reais, enquanto o Valor relatou uma operação de cerca de 4,5 bilhões de reais.

A aquisição, que inclui a Brasil Cacau, do mesmo controlador, envolve múltiplos de 12 a 15 vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia brasileira, conforme relatado pelo Brazil Journal.

Caso confirmado, o negócio ocorre cerca de três meses depois que o Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra da Garoto pela Nestlé. Na ocasião, um dos termos do acordo com a autarquia estabelecia que o grupo suíço se comprometesse a não adquirir ativos que representassem pelo menos 5% do mercado de chocolates no Brasil por cinco anos.

A Kopenhagen, que tem a gestora gestora de private equity Advent International como investidor desde 2020, possui, somada à Brasil Cacau, mais de 800 lojas no Brasil.

(Edição Paula Arend Laier e Patrícia Vilas Boas)

Deixe seu comentário

Só para assinantes