Fenômeno El Niño eleva previsão para safra de grãos na Argentina

BUENOS AIRES (Reuters) - A produção de grãos da Argentina para 2023/24 deverá ser maior do que a da temporada anterior, já que o fenômeno climático El Nino deverá trazer chuvas para a região, informou a bolsa de cereais de Buenos Aires nesta quinta-feira.

A safra de soja 2023/2024 do país está estimada em 50 milhões de toneladas, o nível mais alto dos últimos cinco anos e acima dos 21 milhões de toneladas produzidas na temporada anterior.

A potência agrícola sul-americana é uma das principais exportadoras de soja processada, bem como uma importante fornecedora de milho e trigo, mas uma seca histórica causou uma redução acentuada nos rendimentos na temporada passada.

A bolsa informou em relatório que espera uma colheita de 55 milhões de toneladas de milho para a temporada 2023/24, a segunda maior nos registros da entidade e acima dos 34 milhões de toneladas da temporada anterior.

A bolsa de grãos também prevê a produção de trigo para a temporada 2023/24 em 16,5 milhões de toneladas, acima das 12,2 milhões de toneladas produzidas na temporada passada, mas abaixo das 18 milhões de toneladas esperadas no início da temporada, devido às condições de seca durante partes do inverno no sul, que causaram perdas na área de plantio. 

A Argentina é um dos principais exportadores de trigo, com a maior parte da colheita sendo destinada ao Brasil.

(Reportagem de Maximilian Heath; texto de Carolina Pulice)

Deixe seu comentário

Só para assinantes