Dólar tem queda na volta do feriado com expectativa por dados dos EUA

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caía frente ao real nesta sexta-feira, em sessão de volumes reduzidos na volta do feriado do Dia da Independência, conforme o mercado aguarda dados de inflação dos Estados Unidos da semana que vem antes da decisão de política monetária do Federal Reserve de setembro.

Às 9:49 (horário de Brasília), o dólar à vista recuava 0,29%, a 4,9733 reais na venda, em dia sem grandes indicadores econômicos para servir de combustível às negociações.

Na B3, às 9:49 (horário de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,16%, a 4,9890 reais.

Segundo operadores, esse movimento estava em linha com a leve queda do índice do dólar frente a uma cesta de pares fortes, que se ajustava para baixo depois de um pregão ruim para o apetite por risco global na véspera, quando dados mostraram forte queda nos pedidos de auxílio desemprego nos EUA, sinal de resiliência do mercado de trabalho que tende a favorecer a perspectiva de juros altos por mais tempo por lá.

A atenção dos investidores fica agora voltada para dados de inflação dos Estados Unidos na semana que vem, que podem oferecer pistas sobre o tom do comunicado da reunião de política monetária do Federal Reserve de 19 e 20 de setembro.

Há praticamente consenso no mercado de que o Fed deixará os juros inalterados neste mês, mas operadores ainda estão em dúvida sobre os próximos passos do banco central norte-americano.

Custos de empréstimos mais elevados nos EUA para combater a inflação tendem a impulsionar os rendimentos dos Treasuries e, consequentemente, manter o dólar em patamares fortes a nível global, conforme investidores migram seus investimentos em renda fixa para a maior economia do mundo.

"Para hoje, a agenda é mais tranquila, e possivelmente com uma sessão de menor liquidez no Brasil. No lado político... o presidente Lula anunciou sua reforma ministerial, o que pode ajudar a destravar algumas medidas do governo no Congresso, como a reforma tributária", disse a Guide Investimentos em nota a clientes.

Continua após a publicidade

Na última sessão, na quarta-feira, o dólar à vista fechou o dia cotado a 4,9877 reais na venda, com alta de 0,24%.

Deixe seu comentário

Só para assinantes