Comissão Europeia passa a ver contração da economia da Alemanha em 2023

BERLIM (Reuters) - A economia alemã deverá contrair em 2023, informou a Comissão Europeia nesta segunda-feira, cortando suas previsões para a maior economia da zona do euro.

A previsão agora é de que o Produto Interno Bruto da Alemanha encolherá 0,4% em 2023, em comparação com crescimento de 0,2% projetado anteriormente.

O consumo fraco e o declínio no investimento em construção deverão afetar negativamente o crescimento, apesar de um aumento no investimento em equipamentos, informou a Comissão Europeia.

Embora a demanda externa fraca pese sobre as exportações, as exportações líquidas devem contribuir positivamente para o crescimento em 2023 devido à queda das importações, acrescentou a comissão.

Em 2024, a previsão é de que o PIB se recupere com um crescimento de 1,1%, impulsionado por uma recuperação no consumo. Esse valor é menor do que a taxa de 1,4% projetada antes, devido a uma desaceleração no setor de construção e a um crescimento menos dinâmico das exportações.

A inflação geral da Alemanha deve cair de 8,7% no ano anterior para 6,4% em 2023.

No primeiro semestre de 2023, a inflação dos preços de energia e serviços caiu mais do que o esperado, informou a comissão. No entanto, a inflação de serviços deverá permanecer elevada à medida que os salários aumentarem.

Isso, em combinação com os altos preços dos alimentos e o núcleo da inflação, deverá manter a inflação geral alta em 2023, disse a comissão em suas previsões.

A previsão é de que a inflação caia para 2,8% em 2024, devido a uma desaceleração gradual nos preços de bens e de energia.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Maria Martinez)

Deixe seu comentário

Só para assinantes