Wall Street cai após Oracle despencar por previsão fraca

Por Noel Randewich e Ankika Biswas

(Reuters) - As ações de Wall Street terminaram em baixa nesta terça-feira, com as ações da Oracle em queda superior a 13% após uma previsão fraca e conforme a alta dos preços do petróleo aprofundou preocupações com pressões persistentes sobre os preços antes de dados inflacionários cruciais nos Estados Unidos esta semana.

Os papéis da Oracle afundaram para o nível mais baixo desde junho depois que a provedora de serviços em nuvem previu uma receita para o trimestre atual abaixo das metas e evitou apenas por pouco ficar abaixo das expectativas no primeiro trimestre.

Os nomes de forte peso da computação em nuvem Amazon.com e Microsoft caíram mais de 1% cada, pressionadas pelas fracas previsões da Oracle e por um aumento nos rendimentos do Treasuries.

Os preços do petróleo subiram mais de 1%, alimentando preocupações de que uma inflação persistente possa significar que a taxa de juros dos EUA permanecerá mais alta durante mais tempo, na sequência de dados econômicos fortes.

Investidores estão à espera de dados do índice de preços ao consumidor norte-americano de agosto, previstos para quarta-feira, e da leitura dos preços ao produtor, marcada para quinta-feira, para avaliar as perspectivas para a taxa básica dos EUA antes da reunião do Fed em 20 de setembro.

Operadores de juros veem uma chance de 93% de a taxa básica permanecer nos níveis atuais em setembro, mas apenas uma probabilidade de 56% de juros estáveis na reunião de novembro, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

O Dow Jones  teve variação negativa de 0,05%, para 34.645,99 pontos. O S&P 500 caiu 0,57%, para 4.461,91 pontos. O Nasdaq caiu 1,04%, para 13.773,62 pontos.

Dos 11 índices setoriais do S&P 500, oito caíram, liderados pelo de tecnologia da informação, com queda de 1,75%, seguido por uma perda de 1,06% no de serviços de comunicação. O índice de energia avançou 2,31%.

Deixe seu comentário

Só para assinantes