Premiê do Japão diz que novo gabinete vai garantir que crescimento salarial exceda inflação

TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, disse nesta quarta-feira que seu novo gabinete tomará medidas para que o crescimento salarial exceda de forma consistente a taxa de inflação "em vários pontos percentuais".

"Garantiremos que o Japão saia completamente da deflação", disse Kishida em coletiva de imprensa após o anúncio da remodelação de seu gabinete.

Kishida também disse que o governo e sua coligação governista pretendem elaborar um pacote econômico "ousado" no próximo mês para amortecer o impacto sobre as famílias causado pelo aumento do custo de vida.

Ele se recusou a fornecer detalhes sobre como financiar as despesas, dizendo apenas que o governo irá considerar a elaboração de um orçamento extra "no momento apropriado".

(Por Leika Kihara e Tetsushi Kajimoto)

Deixe seu comentário

Só para assinantes