S&P 500 fecha em alta conforme inflação dos EUA cimenta apostas de pausa do Fed

Por Noel Randewich e Ankika Biswas

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq terminaram em alta nesta quarta-feira, depois que dados mostrando um aumento moderado nos preços ao consumidor em agosto consolidaram expectativas de que o Federal Reserve manterá a taxa de juros inalterada em setembro.

Ações de crescimento de megacapitalização como as da Tesla, Meta, Microsoft e Amazon.com tiveram alta superior a 1% cada.

A Apple recuou 1,2%, em queda pelo segundo dia após o lançamento de novos iPhones na terça-feira, mantendo os preços inalterados.

O Dow Jones caiu 0,20%, para 34.575,53 pontos. O S&P 500 subiu 0,12% para 4.467,44 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq ganhou 0,29%, para 13.813,59 pontos.

Dados mostraram que os preços ao consumidor norte-americano aumentaram no ritmo mais forte em 14 meses em agosto, à medida que os preços da gasolina subiram, mas o aumento anual do núcleo da inflação foi o menor em quase dois anos.

A rigidez da inflação nos serviços manteve vivas as perspectivas de uma subida em novembro. Operadores de juros veem agora uma probabilidade de 97% de o Fed manter a taxa básica em setembro e uma probabilidade de 61% de uma pausa em novembro, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

O índice de serviços públicos do S&P 500 ganhou 1,2%, com a recuperação do setor tradicionalmente defensivo sugerindo nervosismo dos investidores antes dos dados de preços ao produtor e vendas no varejo previstos para quinta-feira, o que pode influenciar a decisão de política monetária do Fed em 20 de setembro.  

Deixe seu comentário

Só para assinantes