Minério de ferro em Cingapura registra melhor semana em 3 meses com estímulos da China

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro subiram nesta sexta-feira, com o índice de referência de Cingapura a caminho de seu maior ganho semanal desde junho, impulsionados pela iniciativa da China de reforçar os esforços de estímulos econômicos mesmo com a produção de aço do país encolhendo em agosto.

O minério de ferro de referência para outubro na Bolsa de Cingapura (SGX) chegou a ganhar até 2,4%, a 123,50 dólares por tonelada, o maior valor desde meados de março. Na semana, o aumento superou 8%, o maior desde a semana encerrada em 9 de junho.

O contrato de janeiro do ingrediente siderúrgico mais negociado na Dalian Commodity Exchange encerrou as negociações do dia com alta de 2,3%, a 879 iuanes (120,91 dólares) por tonelada. Mais cedo, atingiu uma alta contratual de 881,50 iuanes.

Na quinta-feira, o banco central da China disse que reduziria a quantidade de dinheiro que os bancos devem manter como reservas pela segunda vez este ano para aumentar a liquidez - a última de uma série de medidas de estímulo, incluindo ações para apoiar um setor imobiliário em dificuldades.

A redução do índice de reservas obrigatórias dos bancos demonstra a determinação da China em aumentar a confiança do mercado, disseram os analistas da Huatai Futures em uma nota.

"Devemos acompanhar de perto as oportunidades de mercado trazidas pelas políticas macroeconômicas e a intensidade da reposição de matérias-primas no próximo inverno", disseram eles.

Além do clima otimista, dados mostraram que a produção industrial e as vendas no varejo da China cresceram mais rápido do que o esperado em agosto.

Os analistas, no entanto, disseram que uma provável diretriz oficial para limitar a produção de aço deste ano na China aos níveis de 2022, poderia reduzir os preços do minério de ferro nas próximas semanas.

Continua após a publicidade

A produção de aço bruto da China em agosto caiu 4,8% em relação ao mês anterior, mais do que o esperado, já que algumas usinas siderúrgicas reduziram a produção em meio à redução das margens.

(Reportagem de Enrico Dela Cruz em Manila)

Deixe seu comentário

Só para assinantes