Preços de importação dos EUA aumentam com força em agosto por petróleo

WASHINGTON (Reuters) - Os preços de importação dos Estados Unidos aumentaram mais do que o esperado em agosto com o aumento do custo dos produtos de energia, mas as pressões subjacentes permaneceram moderadas, o que é um bom presságio para as perspectivas gerais da inflação doméstica.

Os preços de importação aumentaram 0,5% no mês passado, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira. Os dados de julho foram revisados para baixo, mostrando que os preços aumentaram 0,1% em vez dos 0,4% informados anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters projetavam que os preços de importação, que excluem tarifas, aumentariam 0,3%.

No período de 12 meses até agosto, os preços caíram 3,0%, depois de terem diminuído 4,6% em julho. Os preços anuais de importação estão caindo há sete meses consecutivos.

Dados desta semana mostraram que a inflação está progredindo de forma constante em direção à meta de 2% do Federal Reserve, com os núcleos dos preços ao consumidor e ao produtor aumentando moderadamente em agosto.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Deixe seu comentário

Só para assinantes