Wall St tem forte queda com baixa de fabricantes de chips e papéis de megacapitalização

Por Noel Randewich e Ankika Biswas

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos terminaram em forte baixa nesta sexta-feira, com fabricantes de chips em queda devido às preocupações com a fraca demanda do consumidor, enquanto a alta dos rendimentos dos Treasuries pressionava a Amazon e outras empresas de crescimento de megacapitalização.

A Nvidia caiu 3,7% e a Advanced Micro Devices perdeu 4,8%. Já a Broadcom e Micron Technology cada uma caiu mais de 2%, o que pressionou o índice de semicondutores Philadelphia para uma queda de cerca de 3%.

A produção industrial da China cresceu mais do que o esperado em agosto, segundo novos dados, o que sugere que uma recente série de medidas de apoio pode estar começando a estabilizar lentamente uma recuperação econômica.

Dados divulgados na quinta-feira mostraram que as vendas no varejo dos EUA subiram mais do que o esperado em agosto, o que aliviou preocupações sobre uma recessão.

Entre as ações de crescimento sensíveis aos juros mais altos, Amazon e Microsoft cada uma perdeu mais de 2% e a Meta recuou 3,7%.

O Dow Jones caiu 0,83%, para 34.618,24 pontos. O S&P 500 caiu 1,22%, para 4.450,32 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq caiu 1,56%, para 13.708,34 pontos.

Todos os 11 índices setoriais do S&P 500 caíram, liderados pelo de tecnologia da informação, com queda de 1,95%, seguido por uma perda de 1,88% no de produtos de consumo discricionário.

Na semana, o S&P 500 caiu 0,16% e o Nasdaq perdeu 0,39%. O Dow Jones subiu 0,12%.

Deixe seu comentário

Só para assinantes