FMI e Banco Mundial manterão reuniões anuais de outubro no Marrocos, diz fonte

Por Andrea Shalal

WASHINGTON (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial decidiram manter a realização de suas reuniões anuais previstas para outubro no Marrocos, a despeito do recente terremoto devastador que atingiu o país, disse nesta segunda-feira uma fonte familiarizada com a decisão.

A decisão, tomada nesta segunda-feira por autoridades seniores do FMI e do Banco Mundial, veio depois de autoridades marroquinas pressionarem as instituições globais para prosseguirem com a reunião de 9 a 15 de outubro em Marrakech, a apenas 72 quilômetros do local do tremor de magnitude 6,8 que matou mais de 2.900 pessoas em 8 de setembro.

O FMI, o Banco Mundial e a embaixada do Marrocos em Washington não responderam imediatamente a um pedido de comentário.

Havia dúvidas se o terremoto nas montanhas do Alto Atlas iria atrapalhar os planos para as reuniões no centro turístico de Marrakech, no Marrocos, que deverão trazer cerca de 10 mil a 15 mil pessoas para a cidade.

Não ficou imediatamente claro se as reuniões serão reduzidas de alguma forma.

Deixe seu comentário

Só para assinantes