Tombo do Société Générale e tom "hawkish" de autoridades do BCE pressionam ações

Por Bansari Mayur Kamdar e Shashwat Chauhan

(Reuters) - As ações europeias caíram nesta segunda-feira, com os papéis do banco francês Société Générale em forte queda depois de um plano estratégico muito aguardado do seu novo presidente-executivo ter desapontado investidores, enquanto a cautela reinava antes de uma série de reuniões de bancos centrais esta semana.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em baixa de 1,13%, a 456,72 pontos, depois de subir quase 1,6% na semana passada.

O Société Générale despencou 12,1%, para o menor nível em mais de dois meses, depois que o terceiro maior banco da França disse que esperava pouco ou nenhum crescimento nas vendas anuais nos próximos anos.

O índice bancário da zona euro caiu 1,9%.

A alta dos rendimentos dos títulos na zona euro levou à queda de 2,6% das ações imobiliárias sensíveis aos juros após comentários "hawkish" (agressivos em relação à taxa de juros) dos formuladores do Banco Central Europeu (BCE), depois que o banco central aumentou os custos dos empréstimos em 0,25 ponto percentual na semana passada. [GVD/EUR]

O formulador de política monetária da Eslováquia Peter Kazimir disse que a alta dos juros do BCE na quinta-feira pode ter sido o último por enquanto, mas as autoridade precisariam esperar até março para ter certeza de que novos aumentos podem ser descartados.

Em uma semana movimentada para reuniões de bancos centrais, a expectativa é de que o Banco da Inglaterra aumente os juros pela 15ª vez na quinta-feira, enquanto o Federal Reserve parece preparado para manter a taxa básica inalterada na quarta-feira.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,76%, a 7.652,94 pontos.

Continua após a publicidade

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,05%, a 15.727,12 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,39%, a 7.276,14 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,07%, a 28.585,86 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,71%, a 9.482,10 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,24%, a 6.126,96 pontos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes