Governo antecipa para 1º de outubro aumento de tarifa de importação de 12 produtos de aço

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - O governo decidiu antecipar para 1º de outubro o fim da redução de 10% da tarifa de importação de 12 produtos de aço que começou a vigorar em 2022 e estava prevista para ser revertida em 31 de dezembro, informou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Mdic) nesta terça-feira.

Os produtos afetados pela medida, aprovada pelo comitê executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex), são diferentes tipos de bobinas grossas, a quente e a frio; chapas galvanizadas e revestidas de alumínio-zinco; fios-máquina, barra inox a frio e tubos sem costura. A tarifa de importação desses produtos voltará a ser de 9,6% a 12,8%.

Em nota, o Mdic afirmou que o aumento da tarifa "visa tornar o aço brasileiro mais competitivo no mercado interno, ajudando os fabricantes nacionais a enfrentar o surto de importações a preços desleais e, assim, manter a indústria local forte".

Deixe seu comentário

Só para assinantes