Ações da China atingem mínima de 10 meses com postura dos EUA

Por Summer Zhen

HONG KONG (Reuters) - As ações da China e de Hong Kong caíram ainda mais nesta quinta-feira, uma vez que o sentimento de risco foi afetado depois que o Federal Reserve sinalizou outro aumento da taxa de juros dos Estados Unidos até o final do ano e uma política monetária muito mais apertada durante 2024 do que o esperado anteriormente.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,9%, fechando em seu nível mais baixo desde novembro de 2022, enquanto o índice de Xangai teve baixa 0,77%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, caiu 1,29%.

As ações asiáticas seguiram o movimento de Wall Street, caindo de forma generalizada, depois que o Fed reforçou sua postura de política monetária dura, pressionando os mercados.

O Fed manteve a taxa de juros, como esperado, na quarta-feira. Mas elevou suas projeções para o final de 2024 e 2025 em 50 pontos-base cada, essencialmente sinalizando juros "altos por mais tempo", disseram analistas da Nomura em uma nota.

*"Aumento dos rendimentos dos títulos dos EUA, dólar mais forte e preços elevados de energia - todos esses são ingredientes para uma receita ruim para as ações asiáticas", disse o Nomura.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,37%, a 32.571 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,29%, a 17.655 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,77%, a 3.084 pontos.

Continua após a publicidade

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,90%, a 3.672 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,75%, a 2.514 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,32%, a 16.316 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,21%, a 3.202 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,37%, a 7.065 pontos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes