Ações europeias registram queda semanal diante de horizonte de juros mais altos por mais tempo

Por Bansari Mayur Kamdar e Shashwat Chauhan

(Reuters) - As ações europeias fecharam em baixa nesta sexta-feira e registraram perdas semanais acentuadas, à medida que investidores ponderavam sobre as perspectivas de as taxas de juros globais permanecerem elevadas por mais tempo.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,31%, a 453,26 pontos, em seu nível mais baixo em mais de uma semana, com o setor de construção e materiais entre os principais declínios, em baixa de 1,0%.

O índice de ações de referência da Europa registrou uma queda semanal de 1,9%, conforme investidores se tornaram avessos ao risco, depois de os principais bancos centrais de todo o mundo, incluindo o Federal Reserve e o Banco de Inglaterra, terem sugerido manter os custos dos empréstimos elevados durante mais tempo do que o esperado.

O nervosismo sobre uma recessão econômica na zona euro persistia depois de dados preliminares terem mostrado uma contração na atividade econômica na França e na Alemanha, enquanto uma leitura do bloco mais amplo mostrou que a economia continental deverá contrair-se neste trimestre e não regressará ao crescimento tão cedo.

Ajudando a limitar perdas, os papéis de energia e de mineração subiram 0,3% cada, acompanhando o aumento dos preços das commodities. [O/R] [MET/L]

As ações de tecnologia avançaram 0,8% nesta sexta-feira, embora tenham registrado uma queda semanal próxima de 2%.

Em LONDRES, o índice Financial Times teve variação positiva de 0,07%, a 7.683,91 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX teve variação negativa de 0,09%, a 15.557,29 pontos.

Continua após a publicidade

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,40%, a 7.184,82 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,46%, a 28.575,90 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,49%, a 9.502,00 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve variação negativa de 0,09%, a 6.168,59 pontos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes