Ministro da Defesa negociará venda de aeronaves KC-390 da Embraer para Suécia

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Defesa, José Múcio, disse nesta terça-feira que viajará à Suécia no próximo mês para negociar uma potencial venda do cargueiro militar KC-390 da Embraer para o país.

Múcio disse a repórteres no Rio de Janeiro que o Brasil está de olho na venda de três ou quatro aeronaves KC-390 para a Suécia, enquanto o país nórdico pretende vender mais caças Gripen, da Saab, ao Brasil, segundo ele.

"Eles estão exigindo nossa presença para tratar disso, são três ou quatro (unidades). Vamos tentar fazer negócio, eles querem vender mais Gripen para nós também", disse Múcio.

Mais cedo neste mês, a Áustria selecionou o C-390 Millennium, como a aeronave também é conhecida, para substituir sua frota de Hercules C-130, da Lockheed Martin.

Brasil, Portugal e Hungria já haviam encomendado o C-390, enquanto a Holanda também anunciou que pretende comprar o cargueiro.

Em abril, a Embraer e a Saab assinaram um memorando de entendimento para aprofundar a colaboração entre as empresas, inclusive trabalhando para posicionar o KC-390 como "a solução preferencial para os requisitos de transporte aéreo tático da Força Aérea da Suécia".

As empresas possuem uma linha de produção conjunta de caças Gripen no Brasil, onde serão fabricados 15 jatos do atual pedido brasileiro de 36 unidades.

A unidade de defesa da Embraer tem como um objetivo fundamental ampliar sua presença no exterior com mais vendas do C-390 Millennium.

Continua após a publicidade

(Reportagem adicional de Gabriel Araujo)

Deixe seu comentário

Só para assinantes