Dívida pública federal sobe 2,01% em agosto, a R$6,265 tri, diz Tesouro

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O estoque da dívida pública federal subiu 2,01% em agosto ante o mês anterior, para 6,265 trilhões de reais, informou o Tesouro Nacional nesta quarta-feira.

No período, a dívida pública mobiliária federal interna (DPMFi) avançou 1,94%, para 6,028 trilhões de reais, enquanto a dívida pública federal externa (DPFe) teve alta de 3,71%, atingindo 237,46 bilhões de reais.

De acordo com o Tesouro, o aumento do estoque da dívida pública em agosto refletiu a emissão líquida de 59,27 bilhões de reais no período.

A participação dos papéis prefixados no total da dívida aumentou em agosto a 25,00%, de 24,65% no mês anterior. Já os títulos atrelados a índices de preços passou a 29,61%, de 30,21% antes, e os corrigidos pela taxa Selic aumentou a 41,39%, de 41,20%.

Enquanto isso, a reserva de liquidez do Tesouro, também conhecida como "colchão", teve aumento em termos nominais de 3,30% em agosto, para 1,025 trilhão de reais, informou o Tesouro.

O valor é suficiente para cobrir os pagamentos de 7,92 meses de vencimentos de dívida, acima do limite de três meses que o Tesouro considera prudencial para a gestão da dívida.

Deixe seu comentário

Só para assinantes