Governo central tem déficit primário de R$ 26,350 bi em agosto, diz Tesouro

O governo central registrou déficit primário de 26,350 bilhões de reais em agosto, ante um saldo negativo de 50,356 bilhões de reais no mesmo mês do ano passado, informou o Tesouro Nacional nesta quinta-feira.

O déficit do governo central, que compreende as contas de Tesouro, Banco Central e Previdência Social, veio no mês passado praticamente em linha com o rombo de 26,7 bilhões de reais projetado por analistas em pesquisa da Reuters.

Em agosto, as receitas líquidas do governo central somaram 134,773 bilhões de reais, o que representa uma queda real (descontada a inflação) de 7,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

De acordo com o Tesouro, a redução real da receita líquida ocorreu em função da queda nas receitas não administradas pela Receita Federal de 12,1 bilhões de reais e pela baixa nas receitas administradas pelo órgão de 6,6 bilhões de reais.

Já as despesas do governo central somaram 161,123 bilhões de reais em agosto, uma baixa real de 18,5% ante o mesmo mês de 2022.

No acumulado de janeiro a agosto, as contas federais registraram déficit de 104,590 bilhões de reais, ante um superávit de 22,886 bilhões de reais no mesmo período de 2022.

(Por Fabrício de Castro)

Deixe seu comentário

Só para assinantes