Carga de energia no Brasil deve aumentar 6,2% em outubro, prevê ONS

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia elétrica no Brasil deve crescer 6,2% em outubro ante o registrado em igual mês do ano passado, para um patamar de cerca de 77.000 megawatts (MW) médios, estimou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) nesta sexta-feira.

A demanda de energia, que passou a crescer de forma mais forte há alguns meses, tem sido elevada especialmente no último mês em razão das altas temperaturas registradas em todo o país, o que levou a um maior uso de ar-condicionados e outros equipamentos de refrigeração pelos consumidores.

Em suas primeiras projeções para o próximo mês, o órgão também prevê que os reservatórios das usinas hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste devem encerrar outubro com 66,5% da capacidade, cerca de 5 pontos percentuais abaixo do nível registrado nesta sexta-feira, em meio a um maior acionamento das hidrelétricas pelo operador.

O ONS também projetou que as hidrelétricas da região receberão chuvas equivalentes a 76% da média histórica no mês.

Já para as demais regiões, a expectativa do ONS é de chuvas bem superiores à média histórica no Sul (188%), que enfrenta impactos do padrão climático El Niño. Nas demais regiões, as chuvas de outubro devem ser equivalentes a 50% no Nordeste e a 59% no Norte.

(Por Letícia Fucuchima)

Deixe seu comentário

Só para assinantes