Petróleo fecha sessão em queda, mas encerra trimestre com alta de 28% por oferta restrita

Por Laura Sanicola

(REUTERS) - Os preços do petróleo caíram 1% nesta sexta-feira por preocupações macroeconômicas e realização de lucros, mas subiram cerca de 30% no trimestre, conforme os cortes na produção da Opep+ comprimiram a oferta global.

Os futuros do primeiro mês do Brent para novembro caíram 0,07 dólar, para 95,31 dólares por barril no vencimento do contrato, alta de cerca de 2,2% na semana e 27% no terceiro trimestre. O contrato dezembro do Brent mais líquido caiu 0,90 dólar, a 92,20 dólares por barril.

O petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) dos EUA caiu 0,92 dólar para 90,97 dólares, com alta de 1% na semana e 29% no trimestre.

Após os futuros do petróleo chegarem mais perto dos 100 dólares por barril, muitos investidores realizaram lucros, dadas as preocupações macroeconômicas em curso.

"O WTI tem sido a bela no baile, mas hoje está perdendo o brilho", disse John Kilduff, sócio da Again Capital LLC em Nova York, citando a realização de lucros e preocupações econômicas.

A atividade de petróleo e gás em três Estados produtores de energia dos EUA tem aumentado com o último salto nos preços, de acordo com pesquisa do Federal Reserve Bank de Dallas.

Em julho, a produção dos EUA cresceu para uma máxima desde novembro de 2019, de acordo com dados da Administração de Informação de Energia (AIE).

(Reportagem adicional de Robert Harvey, Katya Golubkova)

Deixe seu comentário

Só para assinantes