Montadora de elétricos Rivian entrega mais veículos do que o esperado no trimestre

SAN FRANCISCO (Reuters) - A fabricante de veículos elétricos Rivian Automotive divulgou nesta segunda-feira entregas no terceiro trimestre acima das expectativas do mercado, quando aumentou a produção para atender a uma demanda sustentada por suas picapes e veículos utilitários esportivos (SUVs).

A startup disse que estava no caminho de produzir 52 mil veículos em 2023 -- uma meta que aumentou em agosto (de 50 mil veículos anteriormente) à medida que os gargalos da cadeia de suprimentos diminuíram.

Os números da Rivian vêm em meio a preocupações com a redução da demanda por veículos elétricos nos Estados Unidos devido aos custos mais altos de empréstimos, o que levou a cortes de preços e descontos por rivais, incluindo a Tesla.

A Rivian, que fabrica as picapes R1T e os SUVs R1S, entregou 15.564 veículos no trimestre encerrado em 30 de setembro, em comparação com as estimativas da Visible Alpha de 14.740 veículos e um aumento de 23% em relação ao segundo trimestre.

A fabricante de veículos elétricos produziu 16.304 veículos em suas instalações em Normal, no Estado norte-americano de Illinois, acima dos 13.992 do segundo trimestre. Isso significa que a Rivian precisa fabricar pouco mais de 12.300 veículos no trimestre atual para atingir sua meta para o ano inteiro.

Os cortes de preços feitos pela Tesla para impulsionar a demanda e as respostas dos concorrentes fizeram com que os preços médios de varejo dos veículos elétricos caíssem para 53.376 dólares em julho de 2023, ante uma alta de quase 70 mil há um ano, de acordo com a Cox Automotive.

A Rivian não reduziu os preços. Em vez disso, tem cortado custos e passou a construir internamente os trens de força Enduro para reduzir sua dependência dos fornecedores.

(Reportagem de Abhirup Roy e Zaheer Kachwala)

Deixe seu comentário

Só para assinantes