Ações caem em meio a preocupações com conflito no Oriente Médio

Por Sruthi Shankar e Shristi Achar A e Siddarth S

(Reuters) - As ações europeias ficaram sob pressão nesta segunda-feira, uma vez que os confrontos militares no Oriente Médio provocaram uma corrida para ativos seguros, como títulos e ouro, além de aumentar os preços do petróleo em cerca de 3%.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,26%, a 443,79 pontos, pressionado principalmente pelos papéis de varejo e viagens e lazer.

Os investidores globais tornaram-se avessos ao risco já que os confrontos militares entre Israel e o grupo islâmico palestino Hamas aprofundaram a incerteza política no Oriente Médio e aumentaram as preocupações com o fornecimento de petróleo. [MKTS/GLOB]

Israel disse que suas tropas, apoiadas por helicópteros, mataram vários infiltrados armados que entraram no país vindos do Líbano, o que aumentou temores de que os combates pudessem se espalhar, dois dias depois que homens armados do Hamas invadiram a partir da Faixa de Gaza.

"Um clima de baixa demanda por risco pode muito bem prevalecer por enquanto, pelo menos até que o escopo do conflito se torne mais claro", disse Chris Beauchamp, analista-chefe de mercado da IG.

O índice de energia saltou 2,9%, com os preços do petróleo subindo mais de 3%, para mais de 85 dólares por barril, mantendo o mercado sob pressão devido a preocupações com a inflação elevada.

As ações de companhias aéreas, incluindo a IAG, proprietária da British-Airways, Air France KLM e Lufthansa, caíram entre 4% e 8%, depois que várias companhias aéreas internacionais, preocupadas com os custos mais altos de combustível, suspenderam os serviços de voo com Tel Aviv.

As ações de empresas do setor de defesa, como a sueca Saab, a italiana Leonardo e a alemã Rheinmetall, subiram entre 4% e 9% devido à perspectiva de um conflito militar prolongado na região.

Continua após a publicidade

Em LONDRES, o índice Financial Times teve variação negativa de 0,03%, a 7.492,21 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,67%, a 15.128,11 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,55%, a 7.021,40 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,46%, a 27.682,06 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,91%, a 9.151,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,93%, a 5.943,32 pontos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes