Bolsas da Europa recuam com volta de temor sobre juros dos EUA

Por Sruthi Shankar

(Reuters) - As bolsas de valores europeias recuavam nesta sexta-feira, depois que dados de inflação nos Estados Unidos fomentaram temores de que os juros no país permanecerão elevados por mais tempo, enquanto dados fracos de inflação da China aumentaram o nervosismo sobre a economia global.

O índice pan-europeu STOXX 600 caía 0,81%, a 449,94 pontos, às 9h37 (horário de Brasília) com os setores de saúde e de serviços financeiros liderando as perdas.

Os principais índices de Wall Street fecharam em queda na quinta-feira, depois que os dados mostraram que os preços ao consumidor nos EUA subiram mais do que o previsto em setembro, aumentando as chances de o Federal Reserve realizar outra alta nos juros neste ano.

Os mercados de ações na Ásia também caíram, pressionados por dados da China que apontaram para pressões deflacionárias persistentes na segunda maior economia do mundo. [MKTS/GLOB]

A volatilidade tem tomado conta dos mercados de ações nas últimas semanas, já que os rendimentos dos Treasuries subiram para máximas de vários anos, mas as ações têm permanecido amplamente apoiadas na esperança de que os principais bancos centrais do planeta estejam próximos do fim de seu ciclo de aperto monetário.

Apesar das quedas desta sexta-feira, o STOXX 600 segue a caminho de seus primeiros ganhos semanais em um mês.

Os investidores se concentram sobre os balanços dos bancos norte-americanos que estão sendo divulgados nesta sexta-feira para terem pistas sobre como as instituições financeiras de Wall Street estão se saindo em meio a preocupações com a inflação elevada, a desaceleração do crescimento econômico e queda do mercado de títulos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes