Haddad diz que deve conhecer relatório do Senado para reforma tributária até terça-feira

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse a jornalistas que deve ter acesso ao relatório da reforma tributária, que tramita no Senado, nesta segunda-feira ou na terça.

O projeto, já aprovado na Câmara dos Deputados, está sendo relatado pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM). Na semana passada, o parlamentar informou que apresentará seu relatório à Comissão de Constituição e Justiça em 24 de outubro, com a expectativa de que a votação possa ser feita no plenário da Casa até 9 de novembro.

Haddad disse que possivelmente se reunirá com Braga ainda nesta segunda-feira. "Devo conhecer o texto entre hoje e amanhã", afirmou, ao chegar ao Ministério da Fazenda.

Se sofrer alterações no Senado, o projeto tributário terá que passar por nova votação na Câmara.

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, reiterou nesta segunda que a reforma tributária é uma prioridade do governo, que trabalha para que a votação do projeto, que trata da tributação sobre o consumo, seja concluída ainda neste ano.

Padilha disse, ainda, que outra prioridade no Senado é a aprovação da medida provisória que regulamenta as apostas eletrônicas.

(Reportagem de Victor Borges; Texto de Isabel Versiani)

Deixe seu comentário

Só para assinantes