Whirlpool vai vender fatia de 24% em unidade indiana por até US$451 mi

Por M. Sriram

MUMBAI (Reuters) - A fabricante de eletrodomésticos Whirlpool está vendendo participação de 24% em sua unidade indiana esta semana por até 451 milhões de dólares por meio de negociações em bloco, de acordo com um termo de compromisso visto pela Reuters, em meio a ofertas recordes de ações no mercado acionário do país.

A Whirlpool, que é dona das marcas Brastemp e Consul no Brasil, planeja vender a fatia a um preço de 1.230 rúpias por ação, um desconto de 7,6% em relação ao preço de fechamento desta segunda-feira. A meta é concluir o negócio até quarta.

O Goldman Sachs está assessorando a Whirlpool no acordo, conforme termo de compromisso. O Goldman e a Whirlpool não responderam imediatamente aos pedidos de comentário.

A Whirlpool disse em um documento apresentado nos Estados Unidos em novembro que planejava vender a participação em uma tentativa de reduzir seu endividamento.

O lucro da empresa caiu pelo sexto trimestre consecutivo nos três meses até o final de dezembro, à medida que enfrentava aumento da concorrência e pressões de preço.

A companhia venderá ao menos 19 milhões de ações na unidade indiana, avaliadas em 282 milhões de dólares, pelo preço de venda proposto, com a opção de oferecer um lote extra de 11,4 milhões de papéis, que valeriam um adicional de 169 milhões de dólares.

Deixe seu comentário

Só para assinantes