Lucro da Copel sobe 51% no 4º tri para R$943 mi

SÃO PAULO (Reuters) - A Copel registrou lucro líquido consolidado de 943 milhões de reais no quarto trimestre do ano passado, alta de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior, ajudado em parte pela reversão de impairment na UEG Araucária, no valor de 259 milhões de reais, em decorrência do desinvestimento na usina.

Considerando efeitos de operações descontinuadas, o lucro líquido foi de 324 milhões de reais, versus prejuízo de 111 milhões de reais no quarto trimestre de 2022, conforme relatório de resultado divulgado nesta quinta-feira.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) ajustado, incluindo operações descontinuadas como Compagas e UEGA, atingiu 1,5 bilhão de reais, avanço de 4,6% ano a ano, informou a estatal paranaense de energia. Desconsiderando esses efeitos e itens não recorrentes, o Ebitda cresceu 10,1% na base anual.

A companhia afirmou que o desempenho do Ebitda ajustado refletiu, sobretudo, o melhor resultado da Copel Distribuição, que avançou 35,6% ano a ano, para 599 milhões de reais.

Entre os fatores que explicam o aumento do Ebitda ajustado no trimestre, a Copel citou crescimento do mercado fio faturado, reajuste tarifário ocorrido em junho e aumento com outras receitas operacionais, principalmente por arrendamentos e aluguéis de equipamentos, estruturas e compartilhamento de postes.

(Reportagem de Patricia Vilas Boas)

Deixe seu comentário

Só para assinantes