Magazine Luiza e Aliexpress fecham parceria para vender produtos em ambos os marketplaces

(Reuters) - O Magazine Luiza comunicou nesta segunda-feira que fechou um acordo inédito com a plataforma de marketplace chinesa Aliexpress para a venda de seus produtos em ambos os marketplaces, conforme busca potencializar seu e-ecommerce.

"É a primeira vez que o Alibaba, por meio do Aliexpress...faz um acordo estratégico com uma empresa fora da China", destacou o Magazine Luiza, ressaltando que é a primeira vez que seus produtos serão listados e vendidos por meio de outra plataforma de marketplace.

As ações do Magazine Luiza disparavam cerca de 10% na bolsa paulista nesta segunda-feira após o anúncio.

O Aliexpress passará a vender como seller do marketplace do Magazine Luiza (3P), enquanto a companhia brasileira oferecerá produtos do seu estoque próprio na plataforma brasileira do Aliexpress.

De acordo com o comunicado, o Aliexpress oferecerá itens da sua linha Choice, um serviço de compras premium, incluindo produtos com o melhor custo-benefício e velocidade de entrega.

"Os pedidos realizados no Magalu serão importados por meio do programa Remessa Conforme, impulsionando a operação cross border da companhia", afirmou a empresa brasileira.

No caso dos produtos do Magazine Luiza que serão vendidos na plataforma do Aliexpress, serão oferecidos, inicialmente, itens das categorias de bens duráveis, com capilaridade logística e multicanalidade.

"Nossa ideia é com o tempo ir ampliando o sortimento disponível nas duas plataformas", disse o presidente do Magazine Luiza, Frederico Trajano, em coletiva de imprensa para anunciar a parceria.

Ele disse que a companhia cobrará um "take-rate" do Aliexpress nas vendas deles no Magalu, e vice-versa, e que essas taxas foram negociadas ao longo dos últimos sete meses.

Continua após a publicidade

(Por Paula Arend Laier e Peter Frontini)

Deixe seu comentário

Só para assinantes