Bolsas

Câmbio

Profarma tem prejuízo 21% maior no trimestre, de R$ 9,25 milhões

A Profarma, empresa de atacado e distribuição na área farmacêutica, registrou um prejuízo líquido de R$ 9,25 milhões no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 21,15% em relação a igual período de 2015.

Na mesma base de comparação, a receita líquida do trimestre teve alta de 18,7% para R$ 978 milhões. Com isso, o lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) passou de R$ 13,5 milhões para R$ 20,7 milhões, alta de 53,3%. A relação entre dívida e Ebitda passou de 3,1 vezes para 3,3 vezes.

Segundo a empresa, o prejuízo maior pode ser explicado pela redução em R$ 3,5 milhões do resultado da divisão de distribuição Farma, compensado em parte pela recuperação dos números da divisão varejo, em R$ 3,1 milhões.

O prejuízo no período também leva em conta os efeitos das mudanças estruturais e de seus eventos operacionais e societários relativos à aquisição de 50% da participação remanescente da rede de varejo Tamoio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos