Bolsas

Câmbio

Câmara aprova DRU em segundo turno por 340 votos a 96

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, em segundo turno, a PEC que recria a Desvinculação das Receitas da União (DRU) até 31 de dezembro de 2023. Falta analisar ainda dois destaques, de PSOL e PDT, que visam alterar trechos do texto antes de encaminhá-lo para apreciação do Senado. Foram 340 votos a favor, 96 contrários e uma abstenção.

O projeto foi alvo de debates, mas sem obstrução por acordo entre os partidos, que combinaram de votar apenas a DRU nesta quarta-feira, sem análise de outros projetos polêmicos defendidos pelo governo Temer, como os que estabelecem regras para indicação dos dirigentes de fundos de pensão e empresas estatais.

Prorrogada por seis vezes, a DRU perdeu a validade em 31 de dezembro de 2015, ao não ser aprovada sua extensão por mais quatro anos pelo Congresso. O PT tentou fazer avançar o projeto, mas enfrentou resistência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que retirou parte dos recursos que seriam desvinculados, e depois na comissão especial, que não apresentou relatório - o relator depois migrou do PMDB para o SD, de oposição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos