Commodities puxam alta do Ibovespa

O Ibovespa tem alta firme nesta sexta-feira, em linha com a recuperação externa. O índice subia 1,29% às 10h48, para 50.049 pontos, acompanhando os mercados internacionais e deixando de lado questões políticas.

Ações de commodities são os destaques do dia. Petrobras PN ganha 3,41%, Petrobras ON tem valorização de 3,34%, CSN sobe 3,18% e Gerdau Metalúrgica PN avança 3%. A alta do índice, no entanto, é liderada por JBS (3,79%).

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse que a empresa já tem em mãos as propostas para compra da BR Distribuidora, em entrevista à jornalista Miriam Leitão, da GloboNews, na noite de ontem.

No exterior, há expectativas de que o assassinato da parlamentar Jo Cox, do Partido Trabalhista britânico, gere na opinião pública um sentimento pró-permanência do Reino Unido na União Europeia (UE). Também especula-se sobre um adiamento da votação.

No Brasil, a questão política segue no radar, mas não pesa nos preços hoje. Caiu ontem o terceiro ministro de Michel Temer, em pouco mais de um mês de administração. Henrique Eduardo Alves, que comandava a pasta do Turismo, pediu demissão ontem, após seu nome ser citado em delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

O mercado também fica de olho em manchete do Valor de hoje. Segundo a notícia, o governo já prepara o envio de uma nova meta fiscal para 2017. A equipe econômica se esforça para evitar que o déficit primário repita os R$ 170,5 bilhões definidos para 2016, mas uma alta fonte do governo disse ao Valor que essa possibilidade não está totalmente afastada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos